O paradoxo de Yuri Lennon em ALPHA 46

yuri lennon cartazA Chegada de Yuri Lennon a Alpha 46 (Yuri Lennon´s Landing on Alpha 46) é uma curiosa e interessante produção Sci-Fi (ou FC para quem não gosta de anglicismos desnecessários) suíço-germânica de 2010. Não sei se os estimados leitores deste site já ouviram ou viram este curta-metragem propriamente dito, e considerando a dificuldade em vê-lo acho que vocês não se importarão com alguns spoilers, durante este artigo. Antes que alguém fique de mimimi, já aviso que se quiserem podem ler outra coisa no site.

Resolveu ir adiante? Então sigam-me os bons!!

yuri lennon 01

Segundo as poucas sinopses disponíveis pelas interwebs, a história é resumida da seguinte forma: “Após sua aterrissagem em Alpha 46, o cosmonauta Yuri Lennon é confrontado com um terrível paradoxo.” É meio vago, eu sei, mas estava desse jeito na programação da RioFan do ano passado, quando tive a oportunidade de ver este excelente curta. O que me faz considerar alguns pontos:

Alpha 46 não é nome de nenhum satélite real (ou lua se achar mais fácil de entender), de Júpiter, e não se “aterrisa” fora do planeta Terra, quando muito considerando o satélite como Lua, o que se faz é “alunissagem”. Mas vamos ao drama.

Yuri, nosso intrépido mochileiro das galáxias viajante está em missão de exploração adentrando a atmosfera de Alpha46, no intuito de botar os pés naquele mundo. Vocês sabem como é missão de exploração, geralmente desce uma equipe, que faz reconhecimento de terreno, colhe algumas amostras de matérias-primas, pedras e qualquer coisa que sirva para análise e volta-se para a Terra. Como Yuri deve ser bem safo (ou bem burro), ele encara a parada sozinho mesmo, no peito e na raça. Depois de algumas turbulências durante a descida (e quando não tem turbulência não é mesmo?) Yuri finalmente chega em Alpha 46, pronto para botar seus pés naquele lugar desconhecido. Ainda bem, já que em Júpiter isso não seria possível.

yuri lennon 02

Alpha 46, neste ponto do filme, não é tão diferente das “estonteantes” paisagens da nossa Lua, ou de Marte. Terreno arenoso, irregular e cheio de pedras, sem grandes montanhas, aonde a vista de Yuri alcança. Já a visão das estrelas, demais satélites e do próprio planeta Júpiter são um deleite neste cenário. Yuri segue sua inspeção do local, sempre em contato, via rádio, com seus colegas que estão em Houston, o famoso centro de controle da NASA.

yuri lennon 03

Yuri chega a brincar descrevendo tudo o que está vendo para seus colegas em Houston, que rapidamente o lembram para não perder tempo com nulidades e se concentrar em encontrar o sinal que estão procurando. Talvez Yuri na verdade seja um criminoso que topou a missão de ir sozinho para Alpha 46 tentar achar a fonte do sinal, ou quem sabe um exemplar de uma espécie alienígena, para reduzir ou se livrar de sua pena, mas estou elucubrando demais.

O desafio é claro. Algo do tipo: “Tem um sinal sendo emitido de uma das luas de Júpiter (Alpha46) que pode ser demonstração de uma inteligência extraterrestre tentando se comunicar, e para não sacrificar uma equipe grande de astronautas na busca do sinal, vamos mandar Yuri, o estagiário” provando que profissionais deste gabarito são os melhores amigos do homem.

Yuri caminha, caminha e cantarola uma velha canção caipira - "Sou apenas um pobre de um caubói e estou muito, muito longe de casa.", o que deixa qualquer um com pena dos ouvidos da galera de Houston, até que encontra a fonte do sinal.

Numa espécie de planta, Yuri ergue uma pérola entre seus dedos, que acaba guiando sua mão, até que olhando nitidamente, percebe que a pérola começa a tomar uma forma familiar, reconhecendo por fim o próprio planeta Terra entre seus dedos.

yuri lennon 04

Impressionado com a descoberta, Yuri declara estar com o planeta nas mãos aos seus colegas de missão, e incrédulo, dá umas balançadas na pérola, fazendo seus colegas gritarem alerta de blackout, orientando o astronauta a abortar a missão, num dos diálogos mais tragicômicos da Ficção Científica. Abaixo uma transcrição do mesmo que eu tinha feito anteriormente.

Houston - Lennon, na escuta?

Cap. Lennon - Sim. Alto e claro.

Houston - Evacuar imediatamente!! Tivemos um blackout!
-Nós....nós, perdemos o controle. ALPHA46, temos um problema. O quê?!

Cap. Lennon - Você não vai acreditar, mas estou segurando vocês em minha mão.
- Acho que pode ser perigoso balançar isso.

Houston - Pegue a pérola e saia já daí.

Cap. Lennon - Você não entendeu. Eu estou segurando você em minha mão agora mesmo. Copiou?

Houston - Traga para cá!! Isso é uma ordem!!

Cap. Lennon - Sim, mas como eu poderei levar o planeta para ele próprio?

Houston - Pegue essa coisa e volte pra cá, agora!!

Cap. Lennon - Mas para onde eu irei? Consegue me entender?

Houston - Não importa!! Pegue a pérola e volte!

Cap. Lennon - É melhor eu colocar você de volta de onde tirei.

O Capitão Yuri Lennon ergue mais uma vez a pérola e....

E aí coisas bisonhas acontecem e acho melhor não contar o final aqui, para não estragar surpresa de ninguém. Se bem que a maioria dos leitores vai conseguir deduzir o que aconteceu com a pérola na mão do trapalhão.

O filme tem duração de apenas 15 minutos, mas com uma ideia bacana, legal e até um pouco original. Pelo menos esse paradoxo eu nunca tinha visto em outro lugar, mundos dentro de mundos. Se alguém já viu algo similar, me indica aí nos comentários.

Apesar de ser difícil encontrar esse curta para assistir na Internet, ele já esteve todo disponível no Youtube, até que alguém clamou direitos autorais e ficou-se a ver navios afundando na rede. O autor e ator principal do filme, Anthony Vouardoux, bem que poderia disponibilizar o filme nas interwebs, mas cada um com seu cada um.

A Chegada de Yuri Lennon a Alpha 46 chegou a rodar o mundo passando em festivais como Worldwide Short Film do Canadá, o Milwaukee Film Festival, o Krakow Film Festival e o RioFan Festival Fantástico. Todos ligados aos temas de Ficção Científica, Terror e alguma coisa de Terrir e Trash.

Com sorte esse filme pode ser reprisado por aqui, nos próximos festivais fantásticos ou talvez em outros, como o Anima Mundi (meio nada a ver), mas quem sabe?

Abaixo os links para dar uma conferida no trailer e um excerto do filme. Se alguém souber onde e como conseguir uma cópia em arquivo, avisa a gente, ok?!

" target="_blank">

Excerto do filme -> http://videos.arte.tv/de/videos/yuri_lennon_s_landing_on_alpha_46_ausschnitt_-3504274.html

embed video plugin powered by Union Development

Últimos Comentários

Guest - Ogro
Fala, Chança!!!! Gostei do texto... Essa é uma das poucas estórias do Super que eu curto. Um grand...
Imaginava que Batman e Superman ganharia vários prêmios. Desanimei completamente de escrever uma res...
Também tive dificuldade de escrever essa resenha sem estragar as surpresas que o filme traz. Levei u...
Bom que você tenha escrito essa resenha. Eu fiquei pensando nela a muito tempo porque é um daqueles ...

Login