Resenha Mangá Claymore

As vezes nos deixamos levar pelo preconceito de uma capa ou sinopse mal feita e descartamos um livro ou uma revista em quadrinhos. E o que dizer quando o marketing insuficiente, aliado à nossa preguiça de procurar o que queremos por nós mesmos? Acho que isso contribuiu para que essa história não fizesse sucesso aqui. Lançada pela Panini, quase ninguém conhece, nem sei se chegou a ser lançada até o final. Um grande pecado, pois o mercado tupiniquim deixou de reverenciar umas das obras mais sensacionais que já vi.

Sim, para gostar temos que vencer alguns preconceitos, primeiro é uma obra em quadrinhos, muita gente acha que isso é coisa só de criança ou de nerd. É japonês, ultimamente quase nada novo deles está passando por aqui. Temos que aceitar as mentiras e licenças poéticas feitas pelo autor para montar seu universo e personagens para nos apresentar como tudo funciona. Passado isso, é só mergulhar na história e se deixar levar. Por experiência própria, é muito fácil se apaixonar, pois o roteiro é centrado nas pessoas e seus dramas, o cenário tem paralelos com vários eventos da nossa história. É um retrato de nossa sociedade, fala sobre nossos medos, dilemas e frustrações.

Se você conseguir chegar ao episódio Marcada Para a Morte não vai mais conseguir largar. Como disse no artigo anterior, a história é centrada numa personagem e através dela vemos o mundo. Temos aqui a velha e magistral técnica japonesa de nos trazer o enredo do centro para a periferia. Nos apresentando como o mundo funciona, qual sua mitologia e o que está em jogo. Conforme a personagem vai descobrindo coisas, viajamos junto com ela também aprendendo, nos chocando, ficando aliviados, tristes, esperançosos, tensos e revoltados. Muitas coisas são colocadas de forma bem sutil e algumas te levam a pensar que está acontecendo uma coisa quando na verdade é outra. Às vezes você se sente enganado, usado e desprezado.

Claymore é um caso de uso para qualquer escritor que queira montar seu universo. Não porque tudo que está lá seja realista, mas o que é realista e o que é totalmente fantasioso e criado pelo autor se falam de forma consistente, os poderes das personagens e seus conflitos tem influência visível e marcante na maneira que o universo criado funciona, levando à sério e pensando sobre a perspectiva de aquelas coisas pudessem realmente acontecer, o leitor vai perceber que tudo ocorre de maneira bem clara e convincente. É um exemplo onde o leitor e o universo são respeitados e mesmo para roteiros de super-heróis, fantasia, FC e etc, tudo tem que ter um limite e as regras do jogo não devem mudar sem uma boa explicação.

Apesar da mídia, não é um roteiro para crianças e talvez alguns adolescentes também precisem de mais algum tempo de vida para captar a profundidade dos dramas e dos dilemas. O oportunismo ao explorar pessoas que tiveram dramas pessoais. A propaganda nos dizendo meias verdades. As ordens que devem ser obedecidas sem hesitar nos levando a resultados que não esperamos e a uma culpa que não desejávamos. Claymore é tudo isso e muito mais. Me emocionei em muitas cenas dada a empatia com as personagens. A obra deixa uma importante mensagem que muitas pessoas acham piegas, mas que na verdade deveriam ter como um mantra, não importa tudo de ruim que você tenha passado na vida, o amor sempre será mais forte que o ódio.

Nosso mercado deu espaço muita coisa, muitas delas muito boas, mas ao refletir sobre tanta coisa ruim que teve atenção, lamento muito que tenhamos deixado um lançamento desses escapar.

E você já leu conhece? Comente!!

Leave your comments

Post comment as a guest

0

People in this conversation

  • Guest - Renato de Paula

    Po, ai eu vi hem! Esta é a segunda resenha que leio, e é sobre um anime/mangá que eu indiquei! heheheh
    Realmente, Claymore é sensacional...Pior foi você ter que aturar as minhas perguntas incessantes: \"E ai? Avançou no Claymore?\" heheheh
    E é exatamente isso, em alguns momentos você pensou em parar de ler e tal, e o que eu disse? \"Continua Chança, vai valer a pena, você vai ver!\"
    E tá aí...Não vou comentar sobre o mangá pra não lançar spoilers, mas se alguém tiver tempo para a leitura, o faça. Vale muito a pena!

    Like 0 Short URL:

Últimos Comentários

Guest - Ogro
Fala, Chança!!!! Gostei do texto... Essa é uma das poucas estórias do Super que eu curto. Um grand...
Imaginava que Batman e Superman ganharia vários prêmios. Desanimei completamente de escrever uma res...
Também tive dificuldade de escrever essa resenha sem estragar as surpresas que o filme traz. Levei u...
Bom que você tenha escrito essa resenha. Eu fiquei pensando nela a muito tempo porque é um daqueles ...

Login