Resenha de livro : BIOSHOCK RAPTURE de John Shirley

Bioshock Rapture Capa do LivroUm livro que expande o background dos dois primeiros jogos Bioshock, mas que pode ser lido sem problema por qualquer um que seja interessado em uma ficção cientifica leve.

Uma coisa podemos dizer sobre as empresas que possuem alguma propriedade intelectual: Eles sabem como aproveitar e ganhar dinheiro de diversas formas possíveis. Por isso é comum termos varias mídias diferentes sobre os temas abordados dentro destas franquias. Antigamente não era raro encontrarmos material diverso baseado em filmes ou seriados. De um tempo para cá, as empresas de jogos perceberam que poderiam fazer o mesmo, assim surgiram os livros baseados em jogos.

O processo é simples: A empresa decide investir naquele jogo, contrata um escritor ( ou usa algum que tenha trabalhado no roteiro do jogo ) e negocia a publicação do livro ou a editora decide publicar, licencia o uso da propriedade intelectual junto a empresa do jogo, arruma o escritor e publica.

E é graças a este fenômeno, que deve vender bem para justificar a continuação que surgiram vários livros baseados em algumas das franquias mais conhecidas, tais como Assassin´s Creed, Warcraft, Starcraft, etc e agora Bioshock.

Bioshock é uma serie de tres jogos da 2K games, sendo que os dois primeiros jogos se passam em uma ficticia cidade submersa chamada Rapture ( tiveram as resenhas escritas aqui e aqui ) e é justamente a cidade o foco deste livro.

O livro conta os acontecimentos anteriores ao primeiro jogo. Para quem jogou estes dois jogos, Bioshock e Bioshock 2, a história anterior ao que se passa no jogo é conhecida através de gravações e alguns poucos relatos de personagens, como se trata de um jogo shooter, o jogador pode simplesmente ignorar toda a história e se preocupar apenas com a ação do jogo. Aqueles que se preocuparam em entender a história já devem ter percebido o quanto a mesma é complexa e bem pensada e graças a isso este livro é excelente.

Ele começa em 1945, nas proximidades do final da guerra mundial, com o advento das bombas nucleares, aquelas que foram lançadas no Japão, com o personagem principal da história Andrew Ryan, o milionário idealizador de uma utopia isolada do mundo, a cidade que viria a ser Rapture.

Rapture

Uma visão de Rapture.

Andrew achava que o mundo não era justo com aqueles que se esforçavam para crescer, seja pela cobrança de impostos, seja pelo código civil, seja por limitação moral ou religiosa. Ela imaginava que que o ser humano não deveria ser limitado por coisas como a ética. Alem disso tudo, ele imaginava que o mundo estava correndo o risco de acabar em uma guerra nuclear. Então usando sua fortuna, ele decidiu construir a cidade abaixo do oceano, aonde estaria protegida caso ocorresse a tal guerra nuclear que ele imaginava. A partir deste ponto, o livro acompanha todo o período de construção da cidade, do inicio da ocupação e o desenvolvimento da mesma até o ponto que fora demonstrado nos jogos.

Há muitos detalhes físicos que teriam que ser relevados ao se imaginar uma cidade submersa, principalmente se a mesma tiver janelas mostrando o ambiente externo e o autor do livro John Shirley soube contornar diversos deles. O mais critico seria justamente a pressão do oceano sobre a cidade, a necessidade de suprir a cidade com ar, com alguma forma de energia e a manutenção constante que a mesma exigiria. Tudo fora explicado de maneira bem sutil, sem entrar em minucias cientificas.

O texto segue na terceira pessoa, dividido em capítulos mostrando locais e personagens diferentes sem se fixar em nenhum deles diretamente, todos os personagens e locais aparecem nos dois jogos e quem os jogou se ligando ao background irá reconhecer os mesmos. Também houve uma preocupação quanto ao character design, como por exemplo, armas que são especificas de alguns personagens como o uso de chave inglesa, ganho de pescador ou arma de arrebites, objetos da ambientação como as maquinas de venda, as turrets, as câmeras e os drones e personagens secundários do jogo, como os diversos splicers e como não pudia deixar de aparecer as Little Sisters e os Big Daddies, com direito a replicação da maneira de falar das “Irmãzinhas”. Os plasmids, o desenvolvimento do ADAM e o uso do EVE, que são da mecanica de jogo mas fazem parte da ambientação foram tambem retratados no texto.

Obviamente o livro não deve ser somente voltado ao publico que tenho jogado, ele deve servir para qualquer pessoa e, neste caso, o autor fora muito feliz na escrita, pois o livro não exige um pévio conhecimento dos jogos e pode ser lido sem problema por qualquer um. Há pequenas escorregadas, que são muito sutis e não comprometem o livro, como por exemplo, uma das personagens chamar os mergulhadores de reparo de “big daddies”, quando depois os cientistas falam que as little sisters chamam os protetores de big daddies por algum vinculo sentimental desconhecido ou quando ele cita alguns splicers, como por exemplo, quando ele simplesmente fala que apareceu um nitro splicer sem ter algo que diga anteriormente o que é exatamente um nitro splicer.

O livro é recomendado para todos que gostam de uma ficção cientifica leve, sem muitos detalhes científicos e que busquem uma ambientação criativa, não é tão recomendado para quem procura um livro de ação pois tem pouca, sendo mais voltado para o relacionamento entre os diversos personagens. Para aqueles que jogaram os jogos e se ligaram ao contexto da ambientação é altamente indicado para uma melhor compreensão da história.

 

 

 

 

 

 

Leave your comments

Post comment as a guest

0

People in this conversation

  • Por sua influência eu comprei os jogos, infelizmente não tive tempo de jogar ainda. Mas o cenário me deixou curioso. Eu tenho tantos livros na fila e acabei de incluir mais esse aí hehehehehe. Valeu pela dica.

    Like 0 Short URL:

Últimos Comentários

Guest - Romildo lima
Li e Recomendo. simplesmente Alexey rickmann nos mostra que temos grandes potencia na literatura Nac...
Mesmo no novo endereço, que você citou, a loja não existe mais. Conversando com o dono, ele disse qu...
Guest - Leonardo
Na verdade eles se mudaram para este endereço: 33 Avenida Treze de Maio 20031-007 Rio de Janeiro S...
Guest - Karla Lopez
Eu gostei o filme. Lembro dos seus papeis iniciais, em comparação com os seus filmes atuais, e vejo ...
Guest - Ogro
Fala, Chança!!!! Gostei do texto... Essa é uma das poucas estórias do Super que eu curto. Um grand...

Login