X-Wing Miniaturas

Algumas vezes nos meus posts disse que ser fã é um problema sério, fui tomado por mais uma vaidade avassaladora, aquela vontade extremamente difícil de comprar algo. Não resisti. Falhei no rolamento!

Conheci esse jogo na loja Toys for Fans na ilha do governador, não dei a devida atenção pois as vezes só ouvindo temos dificuldade de visualizar algumas coisas. Então eis que acabo indo ao Expo Geek e na sala de jogos havia uma mesa com ele. Foi amor a primeira vista!

X-Wing é um jogo em miniaturas onde o objetivo é simular batalhas espaciais entre a rebelião e o império. O jogo inicial vem com 2 conjuntos de regras, um mais básico que te introduz alguns elementos e outro mais avançado que aplica vários aspectos e detalhes aumentando as dificuldades e o detalhamento.

Além das regras duas miniaturas de Tie Fighter, uma de X-Wing, que em minha opinião se equivalem em defesa e poder de fogo, um conjunto de dados e cartas para similar ataques defesas e dano. Guias que simulam as manobras permitidas aos caças, um indicador de manobras um medidor de alcance e cartas com as habilidades de piloto e as fichas de cada um dos caças. Tem outras peças que eu não lembro agora pois ainda não as usei, o jogo básico já é extremamente divertido.

O espaço das regras básicas é indicado ser de 60 por 60 centímetros, aconselhando iniciar com 2 jogadores, mas começamos com 3, cada um controlando um caça e também foi bem legal. Cada um posiciona seu caça em uma das bordas opostas do espaço quadrado, então é definida uma ordem para os jogadores e cada um deles usa o indicador de manobra e escolhe qual seu caça fará, após todos escolherem, cada um faz sua manobra usando a guia de direção correspondente ao número escolhido no indicador, encaixando-a na frente da base da miniatura, segurando-a na posição e depois movendo a miniatura para a frente da guia.

Terminadas as manobras, você usa o medidor de alcance de acordo com o ângulo na frente da miniatura. Se tiver algum caça inimigo no ângulo e alcance de tiro você pode atacar. O jogador anuncia o ataque, o alvo e pega os dados de ataque vermelhos. Lembrando nossos tempos de War. Os dados tem o formato dos D8 de RPG comum, tanto os de defesa quanto os de ataque, mas como eles vem com marcações particulares, só se consegue usar os dados próprios para jogar. Para cada ícone de explosão que aparecer no rolamento de ataque é um possível ponto de dano, cada um desses pontos é anulado por um ícone de esquiva que sair nos dados de defesa. O caça que tomar um número de pontos de dano igual ou maior aos seus pontos de casco + os pontos de escudos será destruído. São usadas as cartas de dano para marcar a quantidade de pontos tomados e o ciclo se repete até que haja um vencedor.

Também é destruído o caça que deixar o espaço de jogo, deve-se ter muito cuidado ao manobrar para isso não acontecer. Obviamente perde o jogo o lado que ficar sem naves. Nas regras básicas se uma manobra levar à colisão o jogador que a provocar fica sem manobrar durante a rodada. Além dos demais caças, existem cartões que indicam obstáculos que devem considerados ao executar as manobras, a colisão com eles também faz perder a rodada se não me engano.

Para as crianças à primeira vista esse jogo é um encanto, como é para nós, entretanto as miniaturas são de um plástico extremamente frágil, as peças e indicadores são de papelão e mesmo se você importar os que são de acrílico, na mão dos pequenos seria um desastre. Eles podem engolir as pecinhas, e/ou quebra-las facilmente, então jogue e guarde o seu jogo bem longe deles.

Espertamente os criadores regras de expansão particulares à cada nave que você compra separadamente para incrementar o jogo. Isso é bem problemático!! hehehehehe Por que é exatamente como os card games, se não abrir os olhos você acaba gastando uma fortuna tentando comprar as navezinhas para colecionar. Um conselho, só vale apena comprar o que você vai usar no jogo, elas são muito frágeis e caras pra usar como um colecionável qualquer, entretanto esse sistema cria uma interatividade e uma troca muito grande, pois se um comprar a caixa básica e juntar-se com um grupo de amigos, esses podem comprar as outras naves, dividindo um pouco os custos e aumentando a diversão criando épicas batalhas.

Obviamente o jogo é americano, foi publicado em 2012 pela Fantasy Flight Games, mas uma empresa brasileira comprou seus direitos e fez a tradução para o bom Português. É a Galápagos Jogos. Em média a caixa básica está R$ 150 pratas e cada nave pra expansão vai de 60 a 120 pratas. É bem salgado mesmo, é melhor combinar com os amigos e montar um grupo de jogo. Estou usando toda a minha força de vontade pra não ir à falência. É divertido demais!!!

E você? Já jogou? Gostou? Comente!!!

Leave your comments

Post comment as a guest

0
  • Eu vi esse jogo em várias lojas na minha ultima viagem ao exterior. A maior critica que tinha ouvido anteriormente é que me disseram que o material é muito frágil e que não faz sentido o valor cobrado. Se pensarmos que há expansões que custam praticamente o valor da caixa básica, fica complicado imaginar ampliar muito o jogo sem decretar falência... :)

    Like 0 Short URL:
  • Sim, eu disse isso no post também. É caro demais, o que me surpreendeu é que ao fazer uma pesquisa sobre ele descobri que também é caro nos EUA. Eles até podem alegar que levaram muito tempo e gastaram dinheiro com os direitos e com o tempo de desenvolvimento e testes, mas o material é frágil demais e isso passa a impressão de que é de propósito pra ser muito barato e pra quebrar mesmo e fazer com que as pessoas voltem a comprar. Tem que se tomar muuuuuuuito cuidado pra não ficar viciado. Vou precisar de terapia pois nessa pesquisa descobri um jogo que eu fiquei querendo mais do que esse. Até o final do dia publico mais um artigo.

    Like 0 Short URL:
  • Complementando o que eu já tinha escrito sobre os jogos de tabuleiro, seguem mais seis. Esse pessoal deve achar que o nosso dinheiro dá em árvores.

    https://ovelhinhodorpg.wordpress.com/2015/07/06/os-7-melhores-jogos-de-mesa-licenciados-que-voce-precisa-ter/

    Comment last edited on about 2 years ago by Chanceller Martok (Alexandro Paulo)
    Like 0 Short URL:
  • Guest - Ogro

    Chanceller,

    Pelo que vi, o jogo mais \"em conta\" seria o Game of Thrones: The Board Game...
    Tem duas expansões, mas, pelo que entendi, a segunda edição do jogo já as contempla...

    Parece ser bem interessante... É tipo \"WAR\" da Grow... Se não estou enganado, o Delson tem esse jogo...

    Abração do Ogro!!!

    Like 0 Short URL:
  • Parece ser maneiro. Mas como eu conheço nada de Game of Thrones não me saltou aos olhos como Star Trek, Star Wars, Gallactica e X-Com, isso mesmo, o jogo de combate aos alienígenas vai ser lançado em Português em alguns meses. Pelo portifólio, parece ser muito bom. Vamos ver como fica o preço.

    http://www.galapagosjogos.com.br/jogos/xcom-board-game

    Like 0 Short URL:
  • Existem 2 jogos baseados no Game of Thrones, mas ambos são derivados de outros jogos. Um é baseado no Banco Imobiliário e este é baseado no jogo chamado RISK, que é algo semelhante ao WAR.
    Este ultimo já saiu em português :
    http://www.galapagosjogos.com.br/jogos/a-guerra-dos-tronos-board-game

    O interessante é que em matéria de wargames, o WARHAMMER 40K segue firme e forte a anos. Eu cheguei a ver uma
    loja na Italia que só vende Warhammer em duas versões diferentes e Senhor dos Anéis. Inclusive quando cheguei na
    loja tinham uns 3 caboclos pintando as miniaturas. O Warhammer vende conjuntos de tintas e até tem um guia para
    pintura das peças...

    Por falar em RPG, os franceses com essa história de não gostar muito de inglês, tem lojas surreais de RPGs e de
    Quadrinhos lá. Os caras tem uma porrada de títulos em francês. Praticamente pelo que vejo quase qualquer
    título de RPG que parece interessante, eles fecham algum acordo para a tradução em francês rapidamente.

    Like 0 Short URL:
  • O alienado aqui nunca tinha ouvido falar de Warhammer. Também pudera, descobri ontem esses dois jogos lançados há anos e fiquei maravilhado com eles achando que era novidade. Dá não bicho, essas coisas são muito caras. Importar tá impossível pois o governo está taxando tudo, em busca de dinheiro pra cobrir o prejuízo dos próprios erros.

    Quando ao RPG, essa perseguição aos jogos, o desinteresse e a falta de tempo dos jogadores antigos parece estar matando os jogos por aqui. Tínhamos que fazer traduções dos livros também, mas como não temos problemas com o inglês até dava pra trazer sem traduzir, mas o preço tá salgado. Ia comprar o RPG de Star Wars novo pra experimentar, mas 130 pratas na caixa básica me espantou. Prefiro gastar isso nas miniaturas pois não acho que esse novo jogo seja melhor que o da West End Games que eu tenho muitos livros.

    Estamos espalhados também, deixamos de ter contato com os jogos e os jogadores, e o facebook ao contrário do orkut é um péssimo lugar pra procurar informação, com esse modelo de posts como notícias ao invés de um formato de fórum. As notícias são perdidas naquele emaranhado de postagens com frases feitas coladas em figuras. É difícil achar algo realmente interessante até mesmo nos grupos que se dizem ter um assunto específico.

    Qual o resultado? Tivemos um evento no Rio que não teve nenhuma mesa de RPG, mesmo com produtos bons como o Tormenta e o Old Dragon que tem ótimos preços. O Brasil também deveria ter suas traduções mais baratas e produções totalmente nacionais de boa qualidade. O Gurps não ter uma parceria com alguém pra fazer histórias e ambientação nacionais é um crime!

    Like 0 Short URL:

Últimos Comentários

Guest - Romildo lima
Li e Recomendo. simplesmente Alexey rickmann nos mostra que temos grandes potencia na literatura Nac...
Mesmo no novo endereço, que você citou, a loja não existe mais. Conversando com o dono, ele disse qu...
Guest - Leonardo
Na verdade eles se mudaram para este endereço: 33 Avenida Treze de Maio 20031-007 Rio de Janeiro S...
Guest - Karla Lopez
Eu gostei o filme. Lembro dos seus papeis iniciais, em comparação com os seus filmes atuais, e vejo ...
Guest - Ogro
Fala, Chança!!!! Gostei do texto... Essa é uma das poucas estórias do Super que eu curto. Um grand...

Login