Filme de Battle Angel Alita ganha novo diretor

James Cameron - o visionário melhor diretor do mundo ainda vivo em atividade que sumiu depois do sucesso de Avatar - é conhecido pelo nerdismo inato de longa data, já que nos deu obras do quilate de Terminators e Titanic que a gente sempre vai lembrar do chororô com a música da Celine Dion. Quem nunca né?

 

Ainda assim, todo mundo sabia que J.C. tinha em seus planos levar um certo cabeça-de-teia-amigão-da-vizinhança para as telas do cinema com toda a pompa e dignidade que o mais exigente dos marvetes ficaria eternamente agradecido, só que a coisa nas mãos dele não andou, cabendo a Sam Raimi fazer com competência a versão cinematográfica do Homem-Aranha, bem..pelo menos a primeira e o resto é história. Todo mundo sabe também que Cameron sonha há anos fazer a adaptação live-action do cultuado mangá Battle Angel Alita, de Yukito Kishiro, e adaptar mangás dessa importância para as telas do cinema é algo que deixa os fãs ansiosos, seja de medo ou de esperança.

A esperança é que a experiência de Cameron pudesse fazer toda diferença nesse lance aí, só que a coisa também desaguou por conta de vários contratempos e adiamentos, tanto que nem lembrava mais que iam filmar esta obra. Sei que preciso dar uma relida na edição de Gunm que tenho em casa, mas para encurtar o papo, a trama de Battle Angel é ambientada num futuro cyberpunk em que um caçador de androides recompensas encontra uma menina-robô avariada no meio de um lixão de uma cidade flutuante (será que lembro direito da história?) e decide consertá-la e criá-la como uma filha, batizando-a de Alita, que ao seu lado passará tardes de muita confusão e barulho. O mangá é legal, porque todo mangá é legal segundo a regra do universo das histórias em quadrinhos, certamente tem uma versão em anime que confesso, nunca assisti, Shame on me /o\\, e daí pro cinema americano, todo cuidado é pouco.

Com o desenvolvimento do filme arrastado, e J.C. envolvido em novos filmes da franquia Avatar, o estúdio (Fox, prazer!) anunciou que o filme agora será dirigido por ninguém menos que Robert Rodriguez, o mexican director mais divertido da indústria americana.

 

Se isso é bom? Sinceramente não sei, mas vou dar algum crédito já que Rodriguez adaptou com bastante perfeição a epopeia noir Sin City de Frank Miller, além de ter dado ao mundo Machete.

James Cameron também soltou um comunicado oficial sobre a mudança:

\"Robert e eu já estivemos procurando um filme para fazermos juntos há anos, então fiquei empolgado quando ele disse que gostaria de fazer Battle Angel (...) Este projeto é querido por mim, e não há ninguém em quem eu confie mais do que Robert, com seu estilo rebelde e sua virtuose técnica, para assumir a direção\".

Em resumo, J.C. deverá ainda permanecer no projeto como produtor, enquanto as loucuras ficarão a cargo del muchacho Beto Rodriguez, cabrón! Acho que tem tudo pra dar certo sendo que o problema é que não existe cronograma algum definido nem previsão de nada, mas nerd que é nerd tem os poderes da paciência eterna e teremos ainda Star Wars, Guardiões da Galáxia, Liga da Justiça e outros trocentos filmes para nos distrair antes de morrermos de qualquer jeito. Oremos que a coisa vai dessa vez.

 

Fontes: Io9 e Omelete

        

Leave your comments

Post comment as a guest

0
  • No comments found

Últimos Comentários

Guest - Romildo lima
Li e Recomendo. simplesmente Alexey rickmann nos mostra que temos grandes potencia na literatura Nac...
Mesmo no novo endereço, que você citou, a loja não existe mais. Conversando com o dono, ele disse qu...
Guest - Leonardo
Na verdade eles se mudaram para este endereço: 33 Avenida Treze de Maio 20031-007 Rio de Janeiro S...
Guest - Karla Lopez
Eu gostei o filme. Lembro dos seus papeis iniciais, em comparação com os seus filmes atuais, e vejo ...
Guest - Ogro
Fala, Chança!!!! Gostei do texto... Essa é uma das poucas estórias do Super que eu curto. Um grand...

Login