Expo Geek Rio de Janeiro 2015

Atendendo ao convite de uma grande amiga compareci ao evento no Centro de Convenções da SulAmérica no Rio. Seguem aqui as minhas impressões.

Fomos de metrô, hoje em dia está quase impossível andar no Rio de carro, mesmo nos fins de semana. Ou você pega engarrafamento, ou sofre extorsão pelo preço do estacionamento ou ambas as coisas acontecem.

O espaço é ótimo, mas, estava muito cheio, principalmente de meninas adolescentes que foram até lá para ver seus ídolos da internet que foram as estrelas do evento. Tiveram músicas e palestras dessas estrelas que expõem seus trabalhos em canais de Youtube.

Como sempre encontramos estandes com aquelas bugigangas que fazem coçar os bolsos e levar uma pá de bonequinhos pra casa, no entanto foi bastante difícil se aproximar. Acho que não foi muito legal colocar as lojas próximas do palco com a atração principal. Ficou muito tumultuado para ver os produtos. Acabei desistindo de olhar.

Para mim as melhores coisas do evento foram os tradicionais cosplay, alguns muito bem caracterizados e outros muito engraçados devido às gambiarras para montar as fantasias e as salas de jogos.

Vi alguns jogos de tabuleiro muito interessantes, várias pessoas em muitas mesas. Muitos jogos novos de cartas, alguns que eu nem sonhava que tinham tradução em português. Apaixonei-me por um jogo de miniaturas de Star Wars que vou fazer uma resenha aqui assim que jogar.

Uma coisa me entristeceu. Passei na sala de jogos a maior parte do tempo que estive no evento e não vi nenhuma mesa ou menção ao RPG. Acostumado a ir a eventos como esse, é a primeira vez que não vejo nada sobre os jogos de interpretação. Falo como um leigo que não sabe os custos disso e como um fã que acha imprescindível que nos mais novos também conheçam sobre o jogo para que possam se tornar fãs. A Red Box tem uma loja no Rio, por isso deveria ter uma mesa com pessoas jogando o Old Dragon para divulgar o jogo e a Galápagos Jogos deveria ter uma mesa divulgando seu novo RPG traduzido para o português de Star Wars, outro que pretendo fazer uma resenha assim que botar minhas mãos nele.

Outra coisa que senti falta foi de um panfleto ou algo do tipo mostrando os horários das palestras e das atrações do evento. Não sei se isso só foi divulgado na Internet, mas ao entrarmos não encontramos nenhuma informação disponível sobre isso. Quando se tem um público que vai ao evento por motivos diversos, precisa-se disso para melhorar o fluxo de pessoas, para que possamos ver as salas temáticas e as lojas, sem perdermos as atrações que nos motivaram a ir. Perdi muitas palestras interessantes por não saber os horários.

Foi uma tarde divertida, descontraída e nostálgica. Quem foi com certeza achou algo para se distrair nem que seja apenas pela companhia dos amigos ou dos familiares.

E você concorda? Discorda? Divida conosco sua perspectiva! Comente!

Leave your comments

Post comment as a guest

0

People in this conversation

Últimos Comentários

Guest - Romildo lima
Li e Recomendo. simplesmente Alexey rickmann nos mostra que temos grandes potencia na literatura Nac...
Mesmo no novo endereço, que você citou, a loja não existe mais. Conversando com o dono, ele disse qu...
Guest - Leonardo
Na verdade eles se mudaram para este endereço: 33 Avenida Treze de Maio 20031-007 Rio de Janeiro S...
Guest - Karla Lopez
Eu gostei o filme. Lembro dos seus papeis iniciais, em comparação com os seus filmes atuais, e vejo ...
Guest - Ogro
Fala, Chança!!!! Gostei do texto... Essa é uma das poucas estórias do Super que eu curto. Um grand...

Login