Astrônomos descobrem mais uma centenas de estranhas galáxias cheias de matéria escura

A Matéria Escura - essa desconhecida e incompreendida forma de energia que existe em todo o universo, permeia tudo e está em todo lugar (Amém!) é um dos principais desafios da Ciência atual, já que ninguém sabe direito dizer o que é mas seus efeitos podem ser claramente sentidos (ui!) e observados. Pra começo de conversa, é estranho a ideia de que a matéria como a conhecemos e temos contato representa, na verdade, apenas coisa de 4% de tudo que existe no Universo, sendo os outros 96% compostos de energia.

Pra quem fez um Ensino Médio decente, neste país de analfabetos funcionais, basta lembrar da célebre equação de Einsten -> E=Mc2, e isto posto é fácil deduzir que muito da matéria que compõe todo o Universo também é Energia Escura. 

É preciso mais que olhos e tecnologia para detectar a incidência de Matéria/Energia Escura, os astrônomos são devidamente treinados para intuir os efeitos da mesma em suas observações pelo Cosmos, a Vida, o Universo e Tudo o mais. Um sétimo sentido apurado aliado à sensação de distúrbio na Força mostram a esses heróis cósmicos os caminhos para a detecção da Matéria Escura e voilá: O que temos são descobertas sensacionais como as mais de 800 galáxias escuras pertencentes ao aglomerado de Coma recém-encontradas no mesmo local em que descobriram 47 (galáxias) no ano passado. A descoberta foi publicada na edição de junho da Astrophysical Journal Letters e é um claro exemplo de caso tipo \\\\\\\"ponta do iceberg\\\\\\\" como descreve Jin Koda, astrofísico da Universidade Stony Brook, em Nova York: 

\\\\\\\"Podemos encontrar mais se olharmos para as galáxias mais fracas embutidos em uma grande quantidade de matéria escura..\\\\\\\"

Ou seja, se olhar mais a fundo você descobre mais detalhes que antes passaram despercebidos, o que corrobora a ideia de que é sempre bom ver um filme, um show, uma exposição ou ler algo mais de uma vez para aproveitar nuances perdidas na primeira experiência. Claro que se cavucar muito pode descobrir coisas não tão agradáveis como a incidência de Ricardão, mas como sorte pode-se até encontrar a Segunda Fundação.

 


Uma segunda experiência pode ser uma boa, ou não...

 

Ah sim, a descoberta utilizou dados coletados a partir dos 8,2 metros do telescópio Subaru (é S u b a r u, seu perv) no Havaí. A imagem abaixo mostra uma pequena área do Coma Cluster examinada pelo telescópio de nome divertido. Os círculos amarelos mostram duas das 47 galáxias escuras encontradas ano passado, enquanto os círculos verdes destacam algumas das 854 galáxias escuras encontradas neste recente trabalho de pesquisa. Fico imaginando se existissem uma variação de fiscais cósmicos do IBGE e como eles estariam surpresos com este novo senso. 

 

Segundo o bom dr. Kodak e sua equipe, a descoberta das 854 galáxias ultra-escuras foi possível após uma árdua peneiração pelos arquivos do Subaru sobre o Aglomerado de Coma com todas as suas exuberantes, difusas e estendidas galáxias que encontram-se esparramadas pelos seus cerca de 300 milhões de anos-luz de distância na constelação da cabeleira de Berenice. De acordo com essa rapeize, as galáxias estão dispostas em padrões similares a muitas outras galáxias observadas pela humanidade, chegando até parecer com a nossa Via Láctea em tamanho mas com apenas um milésimo de pentelhésimo de estrelas a menos. As forças gravitacionais atuantes no cluster galático podem ter divido-o em galáxias esparsas e mesmo assim o cluster continuou vivo e operante. A questão era o por quê disto e a equipe concluiu, baseada em seus cálculos sobre os dados do Subaru, que as estrelas nestas galáxias estão agrupadas e circundadas por consideráveis concentrações de Matéria Escura, essa danada da peste. Os cálculos sugerem fortemente que a matéria escura representa mais de 99% da massa dessas galáxias.

Confesso que isso dá um nó na cabeça do amigo escritor aqui, já que sabemos que as galáxias estão se afastando uma das outras e a Matéria Escura seria um fator de aceleração do crescimento desse afastamento, o que em algum momento futuro iria desconfigurar completamente a formação do Cluster Coma. Bom quem viver verá para ver o que vai dar....

 

Se essa descoberta é importante? Em se falando de Ciência, é claro que é, embora não terá nenhum impacto prático-imediato em nossas vidas cotidianas, mas suponho que os leitores de nosso site gostam de saber, pelo prazer de saber. Enquanto isso a Comunidade Científica Internacional segue tentando entender o que é exatamente a Matéria/Energia Escura. Que a Força esteja com eles.

 

Fonte: NBC News

 

Leave your comments

Post comment as a guest

0

People in this conversation

  • Guest - Ogro

    Caros... Acho que há um equívoco no texto...

    Existem duas teorias distintas:
    1) Matéria Escura: A grosso modo e sendo bastante simplista, essa teoria tenta explicar uma divergência entre a massa de galáxias (obtida pela medição da força gravitacional) e total de luz emitida por elas (convertendo essa quantidade de luz para medida de massa). A Matéria escura, seria responsável por sustentar o meio físico como conhecemos (formado por partículas).

    2) Energia Escura: Conceito criado para tentar explicar o porquê de a expansão do universo continuar acelerando, ao contrário do que imaginavam que ocorreria após o big-bang.

    Ambas as teorias possuem a palavra \"escura\" no nome não por serem de fato escuras, mas por serem ainda desconhecidas ou incompreendidas no meio científico.

    Abração do Ogro.

    Like 0 Short URL:
  • Grande Ogro! Eu tinha abordado isso no texto considerando a conversão de matéria em energia apenas, não que as duas não possam fazer parte de teorias distintas. Leve em consideração que não sou doutor na área e escrevo com meus conhecimentos tentando facilitar a vida do leitor, principalmente do leigo nesses paranauês, que pode ser uma certa maioria em sites de cultura nerd/pop/geek. Abração! =]

    Like 0 Short URL:
  • Guest - Ogro

    Fala KJ!

    Sem problemas... É um assunto confuso mesmo... e ouvindo as pessoas podem confundir os conceitos...
    Na verdade o que a comunidade científica chama de energia escura é de natureza completamente desconhecida. Só se sabe que existe alguma coisa que continua impulsionando o universo acarretando em sua expansão, em outras palavras, a aceleração da expansão do universo continua aumentando.

    Já a matéria escura é mais ou menos como expliquei, ao comparar a relação gravitacional existente em várias galáxias com a luz emitida pelos \"corpos cósmicos\" encontrados nessas galáxias, existe uma diferença. O espectro de luz é utilizado para identificar a composição dos \"corpos cósmicos\" e definir sua quantidade. O que ocorre é que aparentemente existe uma massa que não reflete luz. A comunidade científica especula que deve haver algum tipo de matéria (de natureza desconhecida) que tem fraca iteração com a matéria que conhecemos (composta por partículas). Essa provável matéria (aparentemente não composta pelas partículas que estamos habituados) está sendo chamada de matéria escura.

    Obs.: Também não sou doutor, sou só um geek extremamente curioso sobre o assunto!:D

    Like 0 Short URL:

Últimos Comentários

Guest - Romildo lima
Li e Recomendo. simplesmente Alexey rickmann nos mostra que temos grandes potencia na literatura Nac...
Mesmo no novo endereço, que você citou, a loja não existe mais. Conversando com o dono, ele disse qu...
Guest - Leonardo
Na verdade eles se mudaram para este endereço: 33 Avenida Treze de Maio 20031-007 Rio de Janeiro S...
Guest - Karla Lopez
Eu gostei o filme. Lembro dos seus papeis iniciais, em comparação com os seus filmes atuais, e vejo ...
Guest - Ogro
Fala, Chança!!!! Gostei do texto... Essa é uma das poucas estórias do Super que eu curto. Um grand...

Login